Menu
Imprimir

ASSÉDIO MORAL



Assédio moral: combata, denuncie!

O assédio moral é a repetitiva exposição de trabalhadores (as) a situações humilhantes e constrangedoras durante a jornada de trabalho e no exercício de suas funções. São mais comuns em relações hierárquicas autoritárias e sem simetria.

Alguns exemplos:

  • Fragilizar, ridicularizar, inferiorizar, menosprezar em frente aos pares;
  • Troca de equipe ou posto de trabalho com o objetivo de isolar o (a) servidor (a);
  • Transferência sem justificativa para coagir;
  • Críticas sem fundamento a tudo que o (a) trabalhador (a) faz;
  • Impedir o (a) servidor (a) de se expressar e não explicar o porquê; 
  • Culpabilizar ou responsabilizar a vítima publicamente, podendo os comentários de sua suposta incapacidade invadir, inclusive, o espaço familiar;
  • Desestabilizar emocional e profissionalmente o (a) servidor (a), abalando a autoconfiança da vítima e o interesse pelo trabalho;
  • Abertura de processo administrativo disciplinar ou sindicância sem que o (a)  servidor (a) tenha cometido infração administrativa;
  • Ameaça com uma avaliação negativa no estágio probatório;
  • Sobrecarregar o (a) servidor (a) com múltiplas tarefas em prazos impossíveis de cumprimento;
  • No caso das mulheres, usar de argumentos machistas para desqualificar a servidora.

Não seja conivente. Combata!
Não se cale. Denuncie!

 

CANAIS DE DENÚNCIA

Se você está sendo vítima de assédio moral, clique aqui e denuncie!
A denúncia também pode ser feita pelo telefone 0800-041-1113.

Se precisar de suporte do Sindicato para fazer essa denúncia, estamos à disposição.

0800-645-1311 / sindarspen@gmail.com